A Sony não deve lançar um sucessor para o PlayStation Vita e isso ficou mais claro em uma entrevista do CEO do PlayStation, Andrew House, à Bloomberg.

Segundo o executivo, o mercado de portáteis “não representa uma grande oportunidade” fora do Japão ou Ásia, apesar da Nintendo estar colhendo bons frutos com o Switch, que é um híbrido de console e portátil.

“O pessoal da Nintendo tem sua estratégia e isso é ótimo”, disse House. “Nós permanecemos concentrados em torno de uma experiência de jogo altamente conectada e também combinados com uma ótima variedade de outras experiências de entretenimento para que você possa alcançar várias pessoas na tela grande da casa”.

House comentou ainda que o PlayStation Vita não foi muito bem fora do Japão e Ásia devido à ascensão dos smartphones e a mudança de hábito que esses aparelhos trouxeram.

Embora não tenha interesse em construir um Vita 2, a Sony não irá ignorar totalmente o mercado de plataformas móveis. Pelo contrário, a empresa está investindo seriamente neste nicho com a subsidiária ForwardWorks, que está criando jogos baseados em marcas conhecidas do PlayStation para iOS e Android.

Fonte: Outerspace