Importante: Esta materia é um Clipping, postado originalmente na RadarGames. Acesse o post original aqui.

Já está chegando ao fim e 2017 tem sido um ano cheio de lançamentos. Confira os jogos que fracassaram em 2017 até o momento!


Lawbreakers

Gráficos belíssimos, jogabilidade frenética e ambientação futurista não foram suficientes para resultar em sucesso para Lawbreakers, diante de diversos novos shooters gratuitos bem sucedidos lançados este ano, Lawbreakers viu o seu já pequeno público sumir dos seus servidores online tornando o game um gigante deserto futurista online.


Resident Evil 7

Não podemos considerar Resident Evil 7 um verdadeiro fracasso, muito bem recebido pela crítica e pelo público, considerado por muito um retorno as raízes da franquia, o game entra na lista apenas por não atender as expectativas da Capcom.

O game alcançou 4 milhões de cópias vendidas neste último mês de outubro mas devido o alto investimento de sua desenvolvedora, a Capcom esperava alcançar está marca 7 meses atrás, no fim de março.

A expectativa para todo o tempo de vida do game eram 10 milhões de unidades vendidas, mas pelo atual ritmo de vendas este objetivo será bem difícil de ser alcançado.


The Caligula Effect

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre The Caligula Effect mas no Japão ele era um título bem aguardado por lá mas acabou decepcionando após seu lançamento. Lançado exclusivamente para Playstation Vita, o que já diminui consideravelmente o público do game, teve sua sentença de morte após receber uma chuva de reviews negativos após seu lançamento acabando com qualquer chance de sucesso do game.


The Surge

The Surge nasceu, cresceu, morreu e ninguém reparou, desenvolvido pela Deck13 Interactive o game até tem gráficos e efeitos interessantes mas acabou parecendo mais do mesmo e não foi muito bem nas vendas.


Drawn to Death

Drawn to Death foi lançado exclusivamente para Playstation 4 e tinha um extremo potencial na plataforma trazendo um diferencial a fórmula já desgastada dos games de tiro como Call of Duty e Battlefield mas acabou concorrendo atenções com Horizon Zero Dawn, outro exclusivo do Playstation 4, fazendo com que Drawn to Death fosse deixado de lado pelos jogadores da plataforma.


Sniper 3: Ghost Warrior

Sniper 3 conseguiu ser massacrado pela crítica e pelo público, com diversos bugs encontrados e não trazendo nada novo ao estilo, o game acabou sendo um grande fracasso de vendas se comparado com o potencial que poderia ter tido.


Mario Sports Superstars

Lançado para Nintendo 3DS a coletânea de esportes da Nintendo acabou sendo deixada de lado pela falta de interesse dos fãs que estavam mais interessados no sucesso do Nintendo Switch. O game em si não chega a ser de todo ruim mas deixou a sensação de já havíamos jogado a mesma coisa antes.


Mass Effect Andromeda

Talvez o fracasso mais conhecido do ano, o game virou piada com a modelagem de alguns personagens o que acabou com todas as chances do reboot da franquia.
Posteriormente o game recebeu atualização reparando os personagens e alguns bugs mas o estrago já havia sido feito.


Friday The 13th: The Game

Mesmo já tendo sido pago através de sua campanha no Kickstarter o game chegou a gerar um forte hype mas decepcionou sendo lançado com diversos bugs, virando piada e resultando em diversas coletâneas de Glitches no Youtube.


Halo Wars 2

A Microsoft fez o que pode para popularizar o spin-off de estratégia mas não teve jeito, os jogadores que já estavam irritados com o buraco no lineup pré-Scorpio (Xbox One X) não ficaram nada felizes com o que estavam recebendo e a rejeição do game foi geral.
Halo Wars vendeu decepcionantes 149 mil unidades na primeira semana do varejo.


For Honor

Uma das grandes apostas da Ubisoft do ano acabou ficando sem fôlego na própria beta aberta, com uma mecânica um tanto repetitiva o game não caiu no gosto do público e atualmente tem tido finais de semana gratuitos para encher o seu modo multiplayer já esvaziado.


1-2 Switch

1-2 Switch quando foi anunciado deixou muitos confusos com a estranheza de certos mini-games e principalmente pelo preço alto para uma coletânea de mini-games. Mesmo assim o game chegou a ter vendas razoáveis no Japão.


Fonte: RadarGames / Clipping